terça-feira, 17 de março de 2009

O Primeiro Beijo

A campainha toca e o pátio fica subitamente vazio. Mais rápido que o habitual. Pelo menos foi o que lhe pareceu, quando se deparou só com ela e com a inevitabilidade de a beijar. Apesar imponência do Bloco C – o das aulas de matemática, que não inspirava propriamente, sentia que aquele era o momento. Que o mar tinha recuado, que estava um calor danado e o sol a pique. As mãos transpiradas procuraram abrigo numa pequena sombra que vinha da caleira de zinco. Largaram os cadernos ensopados e exploraram os bolsos de trás das calças de ganga em brasa. Os seus olhos lá se encontraram e fizeram as habituais juras para a eternidade. Ele tentou esquecer por momentos o seu primeiro beijo, concentrou-se neste, comandou-o da forma que tantas vezes imaginara, desavergonhadamente diferente do outro, nervoso, tímido e acanhado. Ela devolveu-lhe os lábios com submissão, indiferente ao coro imberbe que soava na janela ao lado. E ao sabor do outro, seu primeiro beijo.
p.s. inspirada por Nando e Maria :)

4 comentários:

Andreia AM disse...

Estou mesmo contente. :)

Andreia AM disse...

Declaração de amor de deia para vocês duas :)

M. disse...

;))))
Adorei o primeiro beijo do Nando e da Maria. Acho que eles vão ser felizes :)))
Beijinhos

MóniKa disse...

Também acho!